O MELHOR DE REIMS

MORADA

Posto de Turismo da Região de Reims

6 rue Rockefeller

51725 Reims cedex

France

Ver no mapa

CONTACTO

accueil@reims-tourisme.com

Tel. : +33.3.26.77.45.00

 

HORÁRIOS

 

De segunda-feira a sábado

09:00-19:00

Domingos e dias feriados

10:00-18:00

LISTA DE DIFUSÃO

Descubra a Cidade das Coroações

O MELHOR DE REIMS

1
Catedral de Notre-Dame
Joia da arte gótica

Qualquer visita a Reims passa pela catedral de Notre-Dame. A sua beleza é unanime. E, devido a isso, é uma joia da arquitetura inscrita na lista de Património Mundial da UNESCO.

Maior do que a Notre-Dame de Paris, apresenta igualmente uma estatuária excecional. As suas fachadas estão ornamentadas com 2303 figuras esculpidas. Cenas bíblicas, uma galeria de reis, um bestiário, gárgulas, tantas histórias a contar pelos guias que vão dar-lha a descobrir. 

2
Palácio de Tau
O tesouro da catedral

Quando os reis de França se dirigiam a Reims para a sua coroação, permaneciam aí durante alguns dias. Era no palácio de Tau, morada do arcebispo, situada mesmo ao lado da catedral, que eles se instalavam. Era também aí que eram celebradas as festividades após a coroação.

 

Inscrito na lista de Património Mundial da UNESCO desde 1991, o palácio acolhe hoje um museu excecional cujas coleções traçam a história da catedral e das coroações reais. 

ou encomendar o Reims City Pass,
o bilhete de entrada está incluído. 
3
Antiga abadia de
Saint-Rémi
Um esplendor mal conhecido

A antiga abadia de Saint-Rémi, também ela inscrita como Património Mundial da UNESCO, é composta por dois locais de visita: a basílica e o museu histórico. Valem ambos o desvio, a cerca de vinte minutos a pé da catedral. Várias linhas de autocarro permitem igualmente aí chegar em menos de 5 minutos.

A basílica é sumptuosa. O seu interior, misturando os estilos gótico e românico, resplandece de espiritualidade. 

O museu, cujas ricas coleções estão instaladas em diferentes salas da abadia beneditina, traça a história do Homem desde a Pré-história até ao Renascimento. 

ou encomendar o Reims City Pass,
que inclui o bilhete de entrada no museu bem como as visitas audioguiadas no tablet. 
4
A Art Déco
A imagem da renovação de Reims

A Primeira Guerra Mundial devastou Reims. Enquanto durou o conflito, a cidade foi bombardeada, a catedral foi incendiada e as suas casas quase completamente destruídas.  

Foi preciso, então, reconstruir tudo. Foi assim que, durante os anos 20 e 30, os arquitetos puderam dar livre curso à sua imaginação para criar uma cidade nova.

O centro da cidade é um manancial de edifícios desta época, o que lhe confere um charme muito particular. 

ou encomendar o Reims City Pass,
que inclui a visita audioguiada em tablet sobre o tema Art Déco.
 
5
O Biscoito Rosa
Uma tradição preservada

Com a sua cor rosa e o seu recheio branco, o biscoito rosa de Reims é reconhecido por todos. É, há séculos, o orgulho dos habitantes de Reims e saboreia-se sem moderação, acompanhado de uma taça de champanhe ou utilizado em sobremesas, da charlotte aos verrines.

A casa Fossier é hoje a representante desta tradição do biscoito, que ganhou esta cor atípica muito simplesmente para mascarar as partículas escuras de baunilha que o perfumam.

ou encomendar o Reims City Pass,
a vista em francês está incluída.
6
A Arte de viver em Reims
O prazer das papilas

A gastronomia faz parte da alma em Reims. Desde as Halles du Boulingrin, onde tem lugar o maior mercado da cidade, até às ruas pavimentadas do centro da cidade, os locais certos não faltam. 

Chocolateiros, restauração, enchidos, queijeiros… Inúmeros artesãos permitem que Reims represente dignamente a gastronomia francesa. 

ou encomendar o Reims City Pass,
e beneficie de um desconto na viagem gourmet bilingue francês/inglês. 
A herança da excelência
Os Grandes restaurantes
7

A metrópole de Reims possui nada menos que 6 restaurantes premiados com a estrela do Guia Michelin: O Grand Cerf e o seu chef Dominique Giraudeau, Le Foch e o seu chef Jacky Louaze, Le Millénaire e o seu chef e Racine e o seu chef Kazuyuki Tanaka contam cada um com 1 estrela no prestigioso guia. 

Philippe Mille, chef do Domaine les Crayères, possui 2 estrelas. Através da sua cozinha, ele sublima o trabalho dos produtores locais com os quais trabalha e mantém laços muito fortes.

Por fim, Arnaud Lallement, chef do Assiette Champenoise, conheceu a consagração em 2014, obtendo a sua terceira estrela. No ano anterior, havia sido eleito cozinheiro do ano pelo guia Gault et Millau. 

8
O champanhe
O rei dos vinhos

Já esperava isso, certamente. Como falar de Reims sem evocar o vinho mais prestigiado do mundo: o champanhe. Símbolo da festa, do sucesso e da partilha, o champanhe é omnipresente em Reims. 

A partir das caves das grandes casas até às cepas das vinhas do vinhedo da Montanha de Reims, viva uma experiência única à descoberta do champanhe. Mergulhe nos segredos da sua história, do seu desenvolvimento e saboreie o prazer da sua degustação.

E também…

O museu da Rendição de 7 de maio de 1945, a capela Foujita, o museu de Belas-Artes, o Estádio de Reims… Há tantas coisas que gostaríamos de referir.

Para descobrir tudo o que o espera em Reims, consulte a versão inglesa do sítio.